terça-feira, 16 de outubro de 2007

5.420 Metros de Altitude


Em setembro deste ano, fomos participar de um curso de gelo promovido pela agencia Grade VI na Bolívia, eu Orlando, o Jonatas (Irmão) e o Paulo Toledo. Saímos do Brasil no dia 01/09 rumo a Lapaz que fica a 3600m de altitude.

Para aclimatar ficamos um dia escalando e caminhando na zona sul da cidade para no outro dia partir para o Acampamento Base do Condoriri 4200m.

Fomos acompanhados pelo guia Juanjo e sua esposa Heidy (responsável pela nossa alimentação). Descansamos o primeiro dia conversando bastante e recordando alguns conhecimentos técnicos de escalada em rocha.

No 2º dia fomos aprender a andar em grampons e usar os bastões piolet no glaciar do Tarija. No outro dia fomos para o glaciar do Condoriri práticar técnicas de resgate em greta, escalada guiada e recuperação de quedas.

O quarto dia foi reservado para descanço e arrumar os equipos para o dia mais esperado, a tentativa de chegar ao cume do Pequeno Alpamayo 5.420m.

Acordamos as 3:00 da manhã e seguimos em direção ao glaciar do Tarija, subimos através de gretas e um gelo duro até chegar ao cume do Tarija 5.200m as 9:00.

Depois de desescalar uma grande parede seguimos por uma crista fina até chegar em uma parede bem vertical de gelo podre.
Escalamos ela e depois uma outra mais tranquila até chegar aos 5420m do Pequeno Alpamayo que nos recebeu com uma fina neve que caia do céu.
Valeu de mais a presença dos companheiros e o profissionalismo da agencia Grade VI.
Boas escaladas !

Montanhismo Urbano

No dia 19 de Março de 2006, aniversário de 187 anos da cidade de Itajubá, um grupo de montanhistas locais iniciaram a reabertura de uma antiga trilha que percorre toda a extensa crista da Serra da Pedra Aguda.



Por ela podemos perceber o quanto é importante visualizarmos toda geografia e todo ecossistema que nos rodeia.


No dia 26/03 ela foi finalizada graças ao trabalho de várias pessoas que se empenharam neste sonho e souberam manter toda originalidade do espírito montanhístico característico da nossa região.



Todo trabalho foi feito da maneira mais limpa possível, toda vegetação foi mantida como estava e as marcações foram registradas em GPS e sinalizadas com fitas de TNT (degradam com apenas 3 meses na natureza) para que se tenha apenas uma trilha em todo o percurso.





Hoje podemos contar com uma das mais belas travessias da região praticamente dentro do perimetro urbano da cidade de Itajubá.

" ...o legal desta travessia é que iremos poder sair a pé com nossas mochilas do centro de Itajubá e caminhar em cima de toda crista da Serra da Pedra Aguda... " Rodrigo Fagundes