terça-feira, 3 de junho de 2008

A Serra Esquecida



Quarta-feira, dia 21 de Maio de 2008, segue a expedição formada por Rafael Grisi, Marcelo Ruivo, Guilherme Barbosa, Toni, Rodrigo Wasem, Muriel Cintra e Luane Maia, guiados por Orlando Mohallem rumo a Serra Fina, um trekking casca grossa de quatro dias. Saíram as 15:00h todos motivados e com o objetivo de alcançar o pico Capim Amarelo a 2500 metros de altitude.


Todo ano, no feriado de Corpus Christi, segue para a Serra Fina varias expedições com o objetivo de fazer a famosa travessia que tem como atrativo principal a Pedra da Mina 2797 metros de altitude.


Desta vez, a Triboo Montanhismo seguiu para a montanha com dois grupos; o primeiro liderado por Orlando Mohallem e o segundo por Juliano Ribeiro. Meu grupo, formado por David Laurence, Paulo Heitor, Fabrísio Conti, Carlos Azevedo, Silas, Rafael e Ana Paula, saiu na madrugada de quinta-feira, um dia depois do grupo do Orlando, que seguia para a toca do lobo em Passa Quatro MG, onde a maioria das expedições inicia sua caminhada.



Decidimos que nossa expedição seguiria por Itamonte, onde iniciamos nossa caminhada as 09:15 da manha de quinta-feira na fazenda Engenho da Serra (Pierre).Decidimos por fazer ao contrario com a idéia de dividir os dois grupos para facilitar o controle e também para não pegarmos congestionamento em áreas de acampamento.



Partimos da fazenda e logo já estávamos no espigão principal da travessia. Com um céu maravilhoso e sempre movidos por uma alegria contagiante que circulava em meio aos personagens do grupo, seguimos passo a passo. Belas paisagens e o vento gelado davam um toque mágico a nossa aventura.



Várias paradas para fotos e descansos eram necessárias para que todos pudessem recompor as forças, fazer um lanche, tomar água e tirar inúmeras fotos. Assim seguimos e no final do dia atingimos o cume do pico Três Estados a 2665 metros de altitude.



Acampamento montado e bem aquecidos esperamos por um por do sol que nos deixou encantados com a beleza do espetáculo, logo em seguida a temperatura foi a zero e na madrugada atingiram - 4ºC.



Na manhã de sexta-feira, fomos contemplados com um belo nascer do sol que se ergueu bem ao lado do pico das Agulhas Negras. Tomamos nosso café e em seguida partimos para mais uma jornada em direção ao vale da Mina.



Chegando à entrada do vale, encontramos com o grupo do Orlando que seguia em direção ao Três Estados. Foi um encontro muito legal onde todos se cumprimentaram, tiraram fotos e aproveitaram para fazer um lanche rápido as margens do Rio verde.Após nos despedirmos e desejar uma boa caminhada a todos seguimos para nosso acampamento que estava logo a nossa frente.



Dormimos bem as margens do rio e por isso tivemos a felicidade de registrar em nossos termômetros -10ºC.



O sol estava quase se pondo e em nossas barracas já se formava uma pequena camada de gelo, assim que o sol sumiu a temperatura despencou e já as 19:00h registramos -7ºC .
Durante a madrugada, as margens do rio registramos -10ºC. Foi muito bonito ver gelo até dentro da barraca.



Acordamos bem cedo e partimos em direção ao topo da Pedra da Mina, passando por todo vale em meio a varias barracas de outras expedições. As 09:00h atingimos o cume e do alto dos 2797 metros de altitude uma paisagem alucinante nos presenteava e nos contagiava de todas as formas. Estar no topo da Pedra da Mina é renovar mais uma vez meu respeito e admiração pela nossa grande Serra da Mantiqueira.



Tínhamos como objetivo alcançar o pico do Capim Amarelo e então,não perdemos tempo.Começamos a descer a Pedra da Mina rapidamente e depois de uma bela parada na água ao pé da montanha seguimos para mais um dia de emoções e grandes paisagens. Que maravilha estar na montanha na companhia de pessoas tão especiais que só somam coisas boas em nossa vidas.


Caminhando e sempre empolgados com a beleza cênica da montanha, chegamos ao Capim Amarelo com seus 2500 metros de altitude após oito horas com mochilas nas costas. Este acampamento é um dos melhores, pois nos cede um vizão ampla do vale do Paraíba que se perde diante de nossos olhos. Nosso último cume, nossa última noite na montanha, muitas histórias contadas em roda durante as noites, muita comida, gargalhadas fizeram de nossa aventura uma lembrança que ficará não só em nossas fotos como também em nossa memória para sempre.



Mais uma soma de amizades que se somaram a cada um dos integrantes das expedições. Esta é a filosofia da Triboo Montanhismo, praticar o melhor montanhismo.



Texto: Juliano Ribeiro

Fotos: Carlos Azevedo + Silas Marinho + Rafael Grisi + Guilherme Barbosa + Orlando Mohallem

6 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto escrito pelo Juliano e pelas belas fotos que todos contribuiram, e obrigado a todos os integrantes dos dois grupos por estarmos juntos nestes 4 dias de muita paz e harmonia pelas alturas da nossa Mantiqueira.
Um abraço a todos

Carlos Azevedo

Hilton disse...

Fala aí Galera da Triboo!!!

Meu nome é Hilton, e ajudo no site AltaMontanha.com...

Queria, além de parabenizar pelas excelentes matérias do Blog, também agradecer pelo apoio que vcs estão passando pro nosso site!

Valeu pela força!

Contem conosco para o que for preciso.

Abrazos!

Lu_trk disse...

A alegria deste grupo contagia! Que delícia!

A (parcial) travessia com vocês deixou imensa saudade!... e gostinho de quero mais!..........

Até breve!
lu

Márcio M M disse...

Galera,

Foi muitooooooo bommmmmmmmmmm conhecer vocês na Serra Fina.
Vamos fazer mais coisas juntos.

Abraços,

Márcio

Rafael disse...

Muito bom o texto Juliano!
Só de lembrar já quero voltar pra lá. Aventura inesquecível, acompanhado por um grupo excelente, cujo tinha até um americano super gente boa.
Saudades de todos, e quero revê-los em breve.
Abração!

Rodrigo Souza disse...

parabéns muito bem elaborado o texto da serra fina